Notícia - Artigo

TRANSPARÊNCIA

Especialistas britânicos desembarcam no Brasil para dar continuidade à projeto na área de negócios e dados abertos (open data)

This was published under the 2010 to 2015 Conservative and Liberal Democrat coalition government

placeholder

Dois especialistas britânicos da área de transparência desembarcaram no Brasil para dar continuidade a um projeto inédito que irá fomentar o desenvolvimento de novos serviços e negócios a partir da utilização de dados abertos disponibilizados pelo estado de São Paulo. A iniciativa, co-financiada pelo Prosperity Fund, tem como objetivo melhorar o ambiente de negócios por meio de um melhor gerenciamento de dados abertos. Eleanor Stewart, Diretora de Transparência dos Ministério das Relações Exteriores Britânico (FCO), e Antonio Acuña, Diretor do data.gov.uk, visitam as cidades de São Paulo, Brasília e Belo Horizonte e Rio de Janeiro nesta semana.

A ideia do projeto é utilizar setores-chave como pilotos, como transporte, planejamento e saúde, para que empresas e cidadãos se apropriem desses dados interpretados, gerando possíveis negócios sociais como aplicativos, por exemplo. Além disso, a iniciativa vai apoiar na implementação da Lei de Responsabilização da Pessoa Jurídica a nível estadual, utilizando nas melhores práticas do UK Bribery Act sobretudo quanto à prevenção e investigação de atos de corrupção contra a administração.

A parceria entre Brasil e Reino Unido deve gerar empregos e incremento econômico com base nas informações livremente obtidas em plataformas digitais. Está prevista, ainda, a criação de novos canais de diálogo com a sociedade por meio de mecanismos eletrônicos de consultas públicas, além da capacitação de servidores públicos estaduais na aplicação da Lei Anticorrupção (Lei nº 12.846/2013), regulamentada no estado pelo Decreto nº 60.106/2014, que responsabiliza e passa a permitir a punição de empresas privadas envolvidas em atos de corrupção contra a administração pública. Neste campo, o Reino Unido também servirá de referência pela experiência acumulada com a adoção do United Kindom Bribery Act em 2010, considerado uma das mais severas legislações mundiais no combate à corrupção.

Nota aos editores

Antonio Acuña, Diretor do Data.Gov.UK, tem um grande portfólio em melhoria de processos de negócios e projetos, já tendo realizados projetos digitais complexos tanto para o setor privado quanto para o governo britânico. Ele foi responsável pela entrega da nova versão do data.gov.uk, aclamado mundialmente por sua funcionalidade e sua abordagem, e por aumentar os visitantes do site em 65%. Membro do grupo de governança digital do Cabinet Office e conselheiro de projetos digitais para outras divisões, Antonio Acuña também aconselha mais de nove países em desenvolvimento de estratégias digitais para usufruto de dados. Data.gov.uk é o catálogo britânico de dados abertos não-pessoais do governo, com mais de 19000 conjuntos de dados e serviços geoespaciais. Criado por Sir Tim Berners-Lee, Sir Nigel Shadbolt e Dr. Rufus Pollock, data.gov.uk é a base da agenda de transparência e accountability do Reino Unido.

Eleanor Stewart, Diretora de Transparência do Ministério das Relações Exteriores Britânico (FCO), foi responsável pelo lançamento do data.gov.uk, junto a Sir Tim Berners-Lee, Sir Nigel Shadbolt e Andrew Sott, facilitando a liberação e reutilização de dados governamentais. Atualmente ela provê apoio aos programas e objetivos internacionais do governo britânico em transparência e dados abertos, através de Parcerias Governamentais Abertas (Open Government Partnership) e outras iniciativas. Com experiência em comunicação interna e externa, transparência e dados abertos, Eleanor Stewart é responsável pela mudança institucional necessária dentro do departamento e por incutir metodologias e processos digitais ao trabalho do dia-a-dia do ministério de relações exteriores, assegurando que mídias digitais estejam presentes na produção, relatório e avaliação de iniciativas governamentais.

Published 25 Março 2015